Buscar

Procel

Calcule o consumo de energia do ar-condicionado

Quer saber quanto você gasta por mês com o ar-condicionado? Antes de mais nada, é preciso conhecer a potência do equipamento. Procure no manual esta informação. Em seguida, faça o cálculo da seguinte forma:

Cálculo do custo do ar-condicionado

Para achar o valor em Reais, multiplique o consumo médio mensal em kWh pelo valor da tarifa cobrada pela concessionária local. Assim temos como exemplo para um condicionador de ar de 7.500 BTU/h e potência de 770 Watts:

Cálculo do custo do ar-condicionado

Lembre-se que, ao atingir a temperatura, os condicionadores de ar desligam seu compressor, fazendo que o consumo de energia seja, em média, 70% do cálculo. Para isso, o uso correto do termostato é importante.

Reduza o consumo do ar-condicionado

O ar-condicionado é o aparelho residencial que mais consome energia elétrica durante o verão, chegando a consumir o equivalente à soma de todos os outros aparelhos. Isto ocorre porque o desarme e religamento do compressor consome muita energia, já que o funcionamento se reinicia em alta velocidade. A eficiência térmica dos condicionadores é definida como a razão entre a quantidade de calor retirada do ambiente e a energia elétrica gasta para isso. Na compra de novos aparelhos, deve-se, sempre, dar preferência aos de eficiência térmica mais elevada.

Mas, para que se tenha uma redução efetiva do consumo, você também pode e deve adotar algumas medidas. Afinal, economia nunca é demais!

A escolha do aparelho

Escolha um modelo conforme suas necessidades e de acordo com o uso do ambiente. Verifique se a dimensão e condições coincidem com a capacidade do aparelho. Procure os que tenham o Selo Procel de Economia de Energia. Isso irá fazer uma boa diferença na sua conta de luz, principalmente no verão.

Dê preferência aos modelos com recursos como o timer, que permitem programar, evitando o excesso de refrigeração e o desperdício de energia. O compressor rotativo também favorece a redução do consumo. Isto ocorre, pois sua mecânica de funcionamento garante menor atrito entre as peças, o que diminui o esforço para cumprir sua função.

Só adquira unidades de ar-condicionado central se forem utilizadas em ambientes e horários comuns. Caso contrário, compre equipamentos individualizados.

Condições do ambiente

Lâmpadas. A substituição das incandescentes por fluorescentes compactas, com maior eficiência energética também ajuda na refrigeração. As lâmpadas incandescentes produzem mais calor do que luminosidade, o que cria um novo ambiente de conflito com o ar-condicionado.

Decoração. Uma sala com tapete ou carpete permite um resfriamento mais lento, já que esta decoração aumenta a temperatura do local. Por outro lado, ambientes com pisos e azulejos aceleram o resfriamento.

Bloqueios ao ar. Não tape a saída de ar do aparelho ou a obstrua com cortinas, móveis ou divisórias, pois isso exigirá mais do condicionador e a temperatura de conforto não será atingida (ou levará mais tempo, consumindo mais energia).

Sol. Proteja a parte externa do aparelho da incidência do sol, sem bloquear as grades de ventilação.

Portas e janelas. Repare se não há janelas e portas quebradas, ou fora de alinhamento.

Dicais úteis

Não é tão difícil reduzir o gasto de energia com o ar-condicionado. Para fazer melhor uso, permaneça com o aparelho ligado somente enquanto o ambiente estiver sendo ocupado. Habitue-se a desligá-lo sempre que se ausentar do ambiente por tempo prolongado. O ideal é ligar o aparelho uma hora antes de usar o local e desligar uma hora antes de sair.

Ao ligar, feche portas e janelas para evitar a entrada de ar externo. Mantenha persianas ou cortinas fechadas ou adote películas nos vidros, evitando que a luz do sol entre diretamente no ambiente. O contato solar aumenta o calor do local e, por consequência, o ar-condicionado precisa trabalhar por mais tempo e mais vezes, para resfriar o ambiente.

Uso inteligente do termostato

Evite o frio excessivo, regulando o termostato adequadamente. Nos dias quentes, evite posicionar a chave no frio máximo. O ideal é indicar o termostato a 23 graus. Já no inverno, regule o aparelho para temperatura superior a 18 graus ou para a ventilação.

No caso dos aparelhos com opção quente e frio, quanto mais você quiser elevar a temperatura do ambiente, maior será o consumo de energia. Escolha a função desejada no botão select (refrigeração ou aquecimento) e mantenha o botão "temperatura" na posição máxima. Quando o ambiente atingir a temperatura desejada, volte lentamente o botão no sentido contrário até ouvir um "click". Essa é a posição ideal para o seletor.

O ar-condicionado tem como função resfriar ou aquecer o ambiente. Não use-o para outros fins, como secar roupas, conservar alimentos, cultivar vegetais, etc. E lembre-se de obedecer o tempo mínimo de cinco minutos para ligar o ar, caso o tenha desligado.

Limpeza e manutenção

Limpe periodicamente os filtros, pois a sujeira impede a circulação livre do ar e força o aparelho a trabalhar mais.. E nas revisões periódicas, lembre a equipe técnica de checar os ajustes das correias dos ventiladores.

Buscar